Ministério da Cultura incentiva à criação literária

0

O Ministério da Cultura destacou neste domingo, em Luanda, que tem gizado nos seus planos anuais programas de incentivo à criação literária e da promoção da leitura pública, bem como da protecção dos direitos de autor, muitos dos quais inseridos nos programas culturais municipais em curso em todo o país.

Numa mensagem no âmbito do 23 de Abril, o Ministério da Cultura avança que  tendo em conta as preocupações existentes no sector está apostado na criação das condições que concorram para o livro, enquanto veículo de transmissão do saber e da cultura seja um objecto acessível e quotidiano de todos os cidadãos angolanos, ademais, um vector fundamental no combate ao analfabetismo.

“Tendo em atenção que a Política Cultural de Angola considera que a literatura constitui um meio privilegiado para a disseminação de ideias, a transmissão de valores, conhecimentos e experiências e estímulo à criatividade. Do mesmo modo, encoraja a democratização da leitura, garantindo o livre e gratuito acesso às diferentes linguagens, mediante o desenvolvimento de redes bibliotecas e acções de incentivo à leitura, para formar cidadãos participativos que exerçam os seus direitos e deveres”, lê-se na mensagem.

Neste contexto, o Ministério da Cultura exorta as famílias, os educadores, as instituições responsáveis pelo livro em Angola e a sociedade civil em geral de todo o país a reflectirem e agirem no sentido da expansão do livro, da criação do gosto pela leitura e da protecção dos direitos de autor, realizando acções sobre o livro e a leitura, ajudando o Executivo a proporcionar o bem-estar social.

O Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor, data instituída pela UNESCO com a finalidade de promover o livro, contribuindo para o progresso social e cultural da Humanidade, a garantia da defesa do património e dos valores culturais, incentivando as pessoas à escrita e ao gosto pela leitura.

 

Fonte: ANGOP/BA

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: