Milhares de pinguins bebés morreram afogados na Antártida

0

Milhares de crias de pinguins morreram afogados, na Antártida, quando a plataforma de gelo onde estavam a ser criados se partiu. A catástrofe, escreve a BBC, aconteceu em 2016 e desde então os cientistas não vêem sinais de que a população tenha sido reposta.

A população de pinguins imperador, que havia estabilizado numa média entre 14 mil e 25 mil casais durante décadas (cerca de 5-9% da população global), desapareceram da noite para o dia.

Os pinguins desta espécie são dos mais pesados e precisam que a placa de gelo escolhido para reproduzir se aguente entre abril até dezembro, altura em que as crias já estão aptas a voar.

Quando o gelo se parte antes de os pinguins terem penas suficientes para nadar, estes acabam por morrer afogados. Tal acontece devido a uma mudança no tempo que trouxe instabilidade do gelo marinho, que não resiste às tempestades e ventos de outubro e novembro.

Fonte: NM/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: