Médica que vive no Reino Unido há 13 anos recebe ordem para sair do país

0

Mu-Chun Chiang nasceu em Taiwan, na China, e vive há 13 anos no Reino Unido. A médica, com 27 anos, viu o seu visto de trabalho ser-lhe recusado pelo governo e recebeu ordem para sair do país. Uma amiga criou um abaixo-assinado para manter a jovem em solo britânico e o caso vai ser revisto. 

Em 2006, Chiang foi para o Reino Unido onde fez o seu percurso académico. Agora, é médica em Liverpool e, nos últimos dois anos, trabalhou num hospital.

“Contudo, baseado num pequeno erro administrativo, ela está a ser ameaçada com consequências legais se ficar no Reino Unido”, pode ler-se na página do abaixo-assinado criado online. 

Quando o visto de estudante expirou, em junho de 2019, a jovem candidatou-se a um de trabalho. Em agosto, foi afirmado que este foi rejeitado. “A razão por detrás disto é que ela era obrigada a mostrar que tinha mais de 945 libras na conta – cerca de 1060 euros – nos últimos 90 dias para demonstrar que era auto-suficiente”, é ainda explicado, acrescentando que tal não aconteceu, uma vez que “ela percebeu que esse valor só era necessário no final de cada mês”. 

Então, recebeu uma carta a afirmar que tinha 10 dias para deixar o país ou ia ser presa durante seis meses. Poderia também ficar banida de regressar ao Reino Unido durante 10 anos.

Mu-Chun Chiang tentou enviar mais documentos para resolver a situação mas estes foram rejeitados uma vez que não constavam na “candidatura original”. 

Contudo, numa nova atualização na página, esta terça-feira, foi revelado que o departamento irá “excepcionalmente” ver os novos dados entregues pela jovem. “Estamos cientes de que tudo isto se deve ao apoio que a Mu recebeu, chamando a atenção dos media”, pode ler-se. 

Quase 37 mil pessoas assinaram o documento.

Fonte: NM/BA

Share.

Deixar uma resposta