McCain “enumerou ditadores” durante tomada de posse de Trump

0

Durante um comício no Iowa este sábado, a senadora do Minnesota e candidata democrata à presidência dos Estados Unidos nas eleições que terão lugar no próximo ano, Amy Klobuchar, recordou o dia da tomada de posse de Donald Trump. Não para falar diretamente sobre o atual presidente, mas para recordar aquilo que John McCain partilhou consigo durante a cerimónia em 2017.

“John McCain passou o tempo a enumerar ditadores durante o discurso (de Trump) porque ele sabia melhor do que qualquer um de nós aquilo que estávamos a enfrentar enquanto nação, ele compreendeu-o. Ele sabia porque conhecia melhor este homem do que qualquer um de nós”, sublinhou Amy Klobuchar.

A relação entre Donald Trump e John McCain foi marcada pelos ataques do presidente e pelas críticas do falecido senador ao desempenho presidencial de Trump.

Em 2015, o líder norte-americano disse que McCain – que combateu no Vietname, foi capturado e foi prisioneiro de guerra – não era um herói de guerra. Já depois de assumir a presidência chegou a gozar várias vezes com McCain, algo que não deixou de fazer mesmo perante o debilitante estado de saúde do senador do Arizona.

John McCain morreu em agosto do ano passado vítima de um tumor cerebral. A família do senador pediu à administração norte-americana para Trump não comparecer às cerimónias fúnebres.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: