Mariah Carey diz que irmã tentou vendê-la a um cafetão aos 12 anos

0

Mariah Carey irá expor feridas da sua vida pessoal em sua autobiografia “The Meaning of Mariah Carey”. Divulgando o livro, ela conversou com Oprah Winfrey e revelou um trauma causado pela sua irmã mais velha, Alisson.

“Quando eu tinha 12 anos, minha irmã me drogou com valium, me ofereceu uma unha cheia de cocaína, me fez queimaduras de terceiro grau e tentou me vender para um cafetão”, contou a cantora.

Mariah Carey, hoje aos 50 anos, não poupou críticas ao relacionamento abusivo que tinha com os irmãos mais velhos: além de Alisson (57 anos), ela também teve problemas com Morgan (60 anos).

“Fui lançada neste mundo e me senti literalmente como um estranha em minha própria família”, diz a artista. “Sempre me viram como um esquema para enriquecimento rápido, um caixa eletrônico”.

A mãe de Mariah, Patricia Hickey, também foi alvo de críticas. “Eu diria que a negligência (dela) foi em vários níveis. Sempre me senti suja, não me sentia bem e ela acabou me deixando com pessoas que não eram confiáveis”, relembrou.

Por causa do passado, a cantora disse que tenta oferecer um ambiente familiar diferente para os filhos, os gêmeos Moroccan e Monroe, de 9 anos, fruto do seu relacionamento com Nick Cannon.

“Eu acho que é realmente um trabalho difícil ser mãe. Então eu literalmente tento tornar a vida dos meus filhos incrível. Mas todos nós cometemos erros”, finalizou. “The Meaning of Mariah Carey” não tem data de lançamento no Brasil.

Fonte: Yahoo

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: