Maquis perde em jogo polémico

0

O FC Bravos do Maquis foi derrotado neste domingo pelo ASA, por 0-1, no seu primeiro jogo no estádio Mundunduleno nesta II volta, em jogo a contar para a 17ª jornada do Girabola2017.

O desafio ficou marcado com alegada falta de marcação de duas grandes penalidades não assinaladas pelo árbitro João Goma, de Luanda, causando contestação por parte da equipa maquisardes e do público alegamente por mão a bola a defensores adversários em jogada de insistência na grande área.

A primeira oportunidade de golo iminente pertenceu ao ASA, por intermédio de Paz, que tirou o esférico do lado esquerdo para o direito, efectuando um cruzamento defendido com deficiência por contrários e, na recarga, aos 16 minutos, o veterano Love faz o único golo da partida.

Nesta etapa, o Maquis sentiu falta de um meio campo criativo para fazer jogar a equipa, mas ainda assim, antes do intervalo, os avançados Chole e Dabanda, podiam igualar o desafio se fossem eficazes face as inúmeras oportunidades criadas.

A segunda metade foi totalmente dominada pelos maquisardes. Jogou, passeou classe, mas na finalização foi sempre perdulário, com Chole e Dabanda a falharem várias vezes em situação de golo iminente.

Aos 86 minutos, depois de o ASA ser sufocado no seu meio campo por quase toda segunda aparte, com aviadores a praticarem um futebol de gestão do resultado, Jó, avançado recém-entrado, desfaz-se de adversários e remetou ao poste direito da baliza de Magueti.

Apesar de tamanho domínio dos anfitriões, o jogo terminou com resultado favorável à formação que veio de Luanda.

TPA com Angop / EB

Share.

Sobre o autor

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta