Mais de 20 mil migrantes estão a caminho dos EUA

0

O Governo mexicano alertou ontem que, pelo menos, 20 mil migrantes estão a agrupar-se nas Honduras na chamada “Caravana Madre”, a mãe de todas as caravanas para rumar para os Estados Unidos e acusa grupos de tráfico de pessoas e de exploração infantil de serem os responsáveis pela convocatória massiva, garantiram as autoridades norte-americanas e mexicanas.

O êxodo de centro-americanos para os Estados Unidos está a ganhar proporções inéditas e a provável chegada de 20 mil migrantes ilegais ao México pôs o país em alerta. Em declarações aos jornalistas, a secretária de Governação do México garantiu que não vai militarizar a fronteira sul. Mas avisou que vêm aí mudanças radicais na política migratória mexicana.
Visivelmente irritada, Olga Sánchez acusou El Salvador, Guatemala e Honduras de, literalmente, ficarem de braços cruzados a ver a caravana passar. “Não são só os Estados Unidos, não é só o México, o Triângulo Norte centro-americano deve fazer a sua parte. Não vamos continuar a dar vistos humanitários massivos. Vamos dar vistos temporais de visitante e de trabalho.”
As autoridades hondurenhas não demoraram a reagir. Numa entrevista a um jornal local, a vice-chanceler deste país centro-americano, Nelly Jeréz, disse que “não há nenhuma indicação” sobre uma mega caravana. Num dia de vai-e-vem de acusações, EUA,Donald Trump disse que o México “fala muito” e faz pouco.

Fonte: JA/LD

Share.

Sobre o autor

Avatar

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta