Mãe faz apelo após filha de 15 anos morrer por causa de uma bolacha

0

Kellie Travers-Stafford, uma mãe natural da Flórida, recorreu às redes sociais para criar sensibilização para um problema que tirou a vida à sua filha de 15 anos de idade, Alexi Stafford. A adolescente morreu, alegadamente, na sequência de uma reação alérgica a uma bolacha que comeu em casa de uma amiga.

Alexi era alérgica a amendoins e, no dia 25 de junho, fez uma “escolha fatal”, de acordo com a mãe. “Havia um pacote aberto de bolachas Chips Ahoy, cuja embalagem estava rasgada. O pacote é muito similar a outro que era seguro para ela comer”, indicou.

“Ela comeu uma bolacha a pensar que era seguro por causa da cor do pacote, mas descobriu tarde demais que tinha um ingrediente adicional: manteiga de amendoim”, acrescentou.

Alexi entrou em choque anafilático demasiado rápido e parou de respirar. Faleceu cerca de 90 minutos depois de comer a bolacha, mesmo tendo recebido tratamentos.

A mãe de Alexi pede agora às marcas de produtos alimentares que marquem as embalagens de forma mais vísivel, porque acredita que uma menção em letras pequenas não é suficiente.

“As empresas têm cores diferentes para indicar [bolachas]com pepitas, mais moles ou normais, mas não têm indicadores visíveis para um ingrediente tão fatal para tanta gente”, escreveu na publicação, feita no Facebook.

Fonte: msn notícias/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: