Luanda Leaks: Isabel dos Santos constituída arguida em Angola

0

Isabel dos Santos foi constituída arguida por alegada má gestão e desvio de fundos durante o período em que presidiu ao Conselho de Administração da Sonangol, anunciou esta quarta-feira a Procuradoria-Geral da República de Angola.

A informação foi avançada pelo procurador-geral, Heldér Pitta Grós, em conferência de imprensa.

Antes do anúncio, Pitta Grós tinha informado que vai reunir-se, na quinta-feira, com a congénere portuguesa, a magistrada Lucília Gago, em Lisboa, de acordo com a Lusa.

No domingo, 19, o Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação (ICIJ), que integra vários órgãos de comunicação social, começou a revelar o resultado da investigação de mais de 700 mil ficheiros do caso Luanda Leaks, que põe a descoberto todos os esquemas que permitiram a Isabel dos Santos reunir uma das maiores fortunas de África. O seu marido Sindika Dokolo, e os seus mais próximos colaboradores, são igualmente referenciados nesta investigação.

Desde então, Isabel dos Santos tem estado no epicentro de um furacão que promete ter efeitos devastadores sobre as suas empresas e danos reputacionais irreversíveis para a mulher que contruíu uma imagem pública de empresária que subiu a pulso.

Isabel dos Santos tem insistido em entrevistas e publicações nas redes sociais que está a ser vítima de uma campanha “puramente política”, prometendo “lutar nos tribunais internacionais” para “repor a verdade” e defender o seu “bom nome”.

Fonte: Novo Jornal/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: