Juventus bate Roma e mantém-se a um ponto do Nápoles

0

A Juventus manteve-se sábado a um ponto do líder Nápoles, ao vencer com grande sofrimento por 1-0 na receção à Roma, que não perdia há nove jogos, na 18.ª jornada da Liga italiana de futebol.

Um golo do central marroquino Mehdi Benatia, aos 18 minutos, foi suficiente para os hexacampeões em título somarem os três pontos e passarem a somar 44 pontos, contra 45 dos napolitanos, vencedores por 3-2 na receção à Sampdoria.

Num jogo com várias ocasiões de golo, para as duas equipas, só Benatia acertou e após grande insistência, depois de um canto de Pjanic, na esquerda. Chiellini permitiu a defesa a Alisson, o marroquino atirou à barra e só em nova recarga marcou.

Por seu lado, a Roma teve várias ocasiões flagrantes, com destaque para um remate de Florenzi à barra, aos 80 minutos, e uma perdida incrível do checo Patrik Schick, que correu isolado para a baliza da ‘Juve’, aos 90+4, e esbarrou em Szczesny.

Por seu lado, o Nápoles também penou para vencer por 3-2 na receção à Sampdoria, que esteve a vencer por 1-0 e 2-1 no San Paolo, num encontro histórico e em que o português Mário Rui foi expulso.

Marek Hamsik fez o golo da vitória do Nápoles, aos 39 minutos, e passou a ser o melhor marcador da história do clube, com 116 tentos, destronando o lendário Diego Armando Maradona, detentor do recorde, com 115, desde o início dos anos 90.

O defesa esquerdo português Mário Rui foi titular na formação da casa, mas acabou expulso, por duplo amarelo, aos 77 minutos, acabando o Nápoles por aguentar a vantagem até final.

Antes do golo histórico de Hamsik, médio eslovaco de 30 anos que está no Nápoles desde 2007, a Sampdoria esteve por duas vezes em vantagem, primeiro pelo uruguaio Gaston Ramirez, logo aos dois minutos, e depois por Quagliarella, aos 27, de grande penalidade, tendo pelo meio, aos 16, o brasileiro Allan marcado para a equipa da casa.

Insigne, aos 33 minutos, voltou a empatar a partida, seguindo-se o remate certeiro de Hamsik, aos 39.

Na tabela, o Nápoles manteve-se com mais um ponto do que a Juventus e agora cinco face ao Inter Milão, que sofreu a segunda derrota seguida na Serie A.

Depois do descalabro caseiro (3-1) com a Udinese no último fim de semana, a formação de Milão foi ao terreno do Sassuolo perder por 1-0, com Falcinelli a fazer o único tento da partida, aos 34 minutos.

No Inter Milão, João Cancelo foi titular e, como tem sido habitual, João Mário iniciou a partida no banco de suplentes e foi lançado aos 80 minutos, numa altura em que a sua equipa já tinha desperdiçado um penálti, por Icardi, aos 49.

A Roma é quarta, com 38 pontos, agora apenas mais dois do que a Lazio, que, no primeiro jogo do dia, reforçou o quinto posto, aproximando-se dos vizinhos, ao golear em casa o ‘aflito’ Crotone, por 4-0.

Jordan Lukaku, aos 56 minutos, Ciro Immobile, aos 78, e os suplentes Senad Lulic, aos 86, e Felipe Anderson, aos 89, apontaram os tentos dos romanos.

Em apenas quatro jornadas, a Udinese passou de aflito para equipa que aparece na luta pelas competições europeias, após ter alcançado a quarta vitória seguida, desta vez uma goleada caseira (4-0) sobre o Verona, penúltimo classificado, com destaque para um ‘bis’ do médio checo Barak.

Com Miguel Veloso a tempo inteiro, o Génova abandonou os lugares de despromoção com um triunfo caseiro por 1-0 sobre o ‘lanterna vermelha’ Benevento, que esteve a segundos de somar apenas o segundo ponto da Serie A.

O único golo da partida apareceu apenas aos 90+2 minutos, por Lapadula, de grande penalidade.

Muito mal, continua o AC Milan, que, com André Silva nos minutos finais, sofreu a segunda derrota consecutiva, ao cair em casa perante a Atalanta, por 2-0.

Em San Siro, o médio Bryan Cristante, que está emprestado pelo Benfica, deu vantagem à Atalanta, aos 32 minutos, e na segunda parte, aos 71, o esloveno Ilicic confirmou o triunfo dos forasteiros, que somaram o quinto jogo sem perder.

O internacional português André Silva iniciou o encontro no banco de suplentes e foi lançado na partida aos 82 minutos.

Com este resultado, o AC Milan caiu para o nono lugar, com 24 pontos, os mesmos que Torino, Bolonha e Udinese, mas mantém-se a três do sexto posto, o último que dá acesso às competições europeias.

Por seu lado, a Atalanta subiu ao sétimo lugar com 27 pontos, os mesmos que a Sampdoria, sexta.

TPA com RTP / EB

Share.

Sobre o autor

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta