Indicador económico apresenta boa evolução

0

O Indicador de Clima Económico (ICE) de Angola permaneceu desfavorável no primeiro trimestre de 2020, apesar da tendência positiva e evolução favorável em relação ao período homólogo, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o INE, de maneira geral, a maior parte dos sectores em análise apresentaram tendência negativa e conjuntura económica desfavorável.

O índice mensal subiu de um valor de 43 para 24 no trimestre em referência com a tendência positiva, apesar da “queda da confiança em todos os sectores empresariais, com realce para o grupo das pequenas e médias empresas”, detalha o boletim do INE.



Os sete indicadores que servem de base de cálculo do ICE e que medem as expectativas de emprego, procura, preços e uma apreciação do emprego actual subiram todos para o valor mínimo desde 2017.



Os indicadores de Confiança e de Clima Económico constituem uma publicação mensal sobre a conjuntura económica do país, compilada com base num inquérito de conjuntura realizado também todos os meses pelo INE às empresas do sector não financeiro.



Estes indicadores são resultados da média aritmética simples dos Saldos das Respostas Extremas (SER) das variáveis que compõem os diferentes Indicadores de Confiança (IC) sectoriais após a sua normalização e aplicada a média móvel.



“O estudo expressa a opinião de agentes económicos acerca da evolução e perspectiva da sua actividade, particularmente sobre emprego, procura, encomendas, preços, produção, vendas e limitações de actividade”, explica o relatório do INE.



São avaliados os sectores da Indústria Extractiva e Transformadora, Construção, Comércio, Transportes, Turismo e Comunicação.

JA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: