Hamilton mais próximo título, após vitória em Suzuka

0

Lewis Hamilton venceu o GP do Japão, em Suzuka, o 17.º de 2018. O piloto da Mercedes, com o 8.º triunfo da época (4.º consecutivo!) e o 71.º da carreira, aproximou-se ainda mais do 5.º título mundial, o que torná-lo-á no 2.º melhor na história da F1, ao lado do argentino Juan Manuel Fangio, com menos dois do que o alemão Michael Schumacher.

O britânico, beneficiando do 6.º lugar de Sebastian Vettel, passou a dispor de 67 pontos de vantagem sobre o alemão da Ferrari quando faltam apenas quatro corridas para o final da época, que valem 100 pontos. E as contas nem são complicadas: vencendo a próxima etapa do Mundial, no dia 21, no Circuito das Américas, em Austin (EUA), Hamilton sagrar-se-á campeão, se Vettel não terminar na 2.ª posição!

Hamilton ganhou pela 5.ª vez no Japão (2.º melhor de sempre no G.P. do País do Sol Nascente) – conseguiu a 1.ª na época de estreia na F1, em 2007, com a McLaren-Mercedes, no circuito de Fuji, com as demais a acontecerem em Suzuka – e fê-lo sem ‘espinhas’, dominando a corrida de fio a pavio. O inglês nunca perdeu a liderança durante as 53 voltas, nem sequer temporariamente após passagem pelas boxes para a mudança obrigatória de pneus, facto que ilustra o domínio do F1 W09 EQ Power+ #44.

Da mesma forma, Bottas, no Mercedes #77, 2.º dos semáforos verdes à bandeira de xadrez, resultado que consolidou a 1.ª posição da escuderia alemã no campeonato de construtores que vencerá pela 5.ª vez consecutiva, não acontecendo nada de inesperado até ao final da época. Desde o início da era híbrida, em 2014, títulos só para a marca da estrela…

A monotonia na frente da corrida contrastou com o que aconteceu atrás dos Mercedes, sobretudo na fase inicial da corrida, movimentadíssima, com Max Verstappen a envolver-se em incidentes com os dois Ferrari – primeiro, saída de pista e, no regresso, colisão com Kimi Räikkonen, manobra que valeu penalização de cinco segundos cumprida antes da troca de pneus; depois, atacado por Sebastian Vettel, ‘fechou a porta’ ao alemão, que cometeu ‘harakiri’, comprometendo a corrida ao título, talvez definitivamente, quando arriscou manobra impossível e não evitou toque no Red Bull do holandês, ação que originou queda da 4.ª posição para o final do pelotão!

Classificação

1.º Lewis Hamilton, Mercedes, 1:27.17,062 horas
2.º Valtteri Bottas, Mercedes, +12,919 s
3.º Max Verstappen, Red Bull-TAG Heuer, +14,295 s
4.º Daniel Ricciardo, Red Bull-TAG Heuer, +19,495 s
5.º Kimi Räikkonen, Ferrari, +50.998 s
6.º Sebastian Vettel, Ferrari, + 1.09,873 m
7.º Sergio Pérez, Force India-Mercedes, +1.19,379 m
8.º Romain Grosjean, Haas-Ferrari, +1.27,198 m
9.º Esteban Ocon, Force India-Mercedes, +1.28,055 s
10.º Carlos Sainz, Renault, +1 volta
11.º Pierre Gasly, Toro Rosso-Honda, +1 volta
12.º Marcus Ericsson, Alfa Romeo Sauber-Ferrari, +1 volta
13.º Brendon Hartley, Toro Rosso-Honda, +1 volta
14.º Fernando Alonso, McLaren-Renault, +1 volta
15.º Stoffel Vandoorne, McLaren-Renault, +1 volta
16.º Sergey Sirotkin, Williams-Mercedes, +1 volta
17.º Lance Stroll, Williams-Mercedes, +1 volta

Mundial de Pilotos

1 Lewis Hamilton, 331 pontos
2 Sebastian Vettel, 264 pontos
3 Valtteri Bottas, 207 pontos
4 Kimi Räikkonen, 196 pontos
5 Max Verstappen, 173 pontos
6 Daniel Ricciardo, 146 pontos
7 Sergio Pérez, 53 pontos
8 Kevin Magnussen, 53 pontos
9 Nico Hülkenberg, 53 pontos
10 Fernando Alonso, 50 pontos
11 Estaban Ocon, 49 pontos
12 Carlos Sainz, 39 pontos
13 Romain Grosjean, 31 pontos
14 Pierre Gasly, 28 pontos
15 Charles Leclerc, 21 pontos
16 Stoffel Vandoorne, 8 pontos
17 Lance Stroll, 6 pontos
18 Marcus Ericsson, 6 pontos
19 Brendon Hartley, 2 pontos
20 Sergey Sirotkin, 1 ponto

Mundial de Construtores

1 Mercedes, 531 pontos
2 Ferrari, 460 pontos
3 Red Bull-TAG Heuer, 319 pontos
4 Renault, 92 pontos
5 Haas-Ferrari, 84 pontos
6 McLaren-Renault, 58 pontos
7 Force India-Mercedes, 43 pontos
8 Toro Rosso-Honda, 30
9 Alfa Romeo Sauber-Ferrari, 27 pontos
10 Williams-Mercedes, 7 pontos

Fonte: ABOLA / EB

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: