Há um tipo de separação que ‘dói’ mais

0

Nem todas as relações são um conto de fadas em que os protagonistas viveram felizes para sempre. Mesmo quando o amor é protagonista, são muitos os fatores que podem determinar o final de um compromisso, seja ele recente ou já de longa data.

Mas há um tipo de separação que ‘dói’ mais do que qualquer outro. Esta é a conclusão de um recente estudo da Cornell University, publicado na revista Personality and Social Psychology Bulletin, que revelou que ser trocado por outra pessoa é o final de uma relação mais doloroso e difícil de ultrapassar.

Para a investigação, noticia o Bustle, os cientistas analisaram o impacto de vários tipos de rejeição em 600 pessoas, sendo que algumas das rejeições planeadas tinham como intuito mostrar ao voluntário que tinha sido trocado por outra pessoa qualquer.

Diz o estudo que a rejeição em prol da escolha de outra pessoa faz com que o rejeitado se sinta excluído e perca o sentido de pertença, podendo isso ter implicações complexas a nível emocional, especialmente se essa rejeição não vier acompanhada de qualquer tipo de justificação ou pedido de desculpa. Nestes casos, a tristeza pode ser o sentimento mais dominante.

Fonte: Lifestyle ao minuto/BA

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: