Gravura entre as novidades na XIV edição do Prémio Ensa-Arte

0

A introdução da disciplina de gravura, adicionada as de pintura e escultura, é a inovação para a XIV edição do prémio Ensa-Arte, anunciou nesta terça-feira, em Luanda, o comissário do concurso, Miguel Gonçalves.

O responsável, que falava na cerimónia oficial de lançamento do concurso, informou que a gravura é a representação em série, que considera ser uma grande disciplina no domínio das artes, daí o motivo de consideração.

A organização tem ainda previsto ao vencedor do prémio Alliance Française um curso de 6 meses de língua francesa.

As candidaturas deverão ser entregues até ao dia 12 de Janeiro de 2018, nas agências da ENSA e na União de Artistas Plásticos (UNAP).

A organização do prémio Ensa-Arte é da responsabilidade da Ensa-Seguros de Angola.
Conta respectivamente como 1º  prémio Ensa-Arte,  nas modalidades de pintura, escultura e gravura, enquanto o 2º compreende as categorias de Grande Prémio, Prémio Juventude, Prémio Especial de Gravura e Prémio da Alliance Française de Luanda.

Cada candidato pode concorrer no máximo com duas obras.

Os vencedores do prémio pintura e escultura receberão: o primeiro  e segundo classificado 1.500.000.00 Kzs (Um milhão e quinhentos mil Kwanzas) e 1.000.000.00kzs (Um milhão de Kwanzas), respectivamente.
Enquanto os do prémio Juventude de pintura, Juventude de escultura e o vencedor do prémio especial, na modalidade de gravura, 500.000.00 kzs (Quinhentos mil kwanzas), cada.

Já o do prémio da Alliance Française de Luanda terá direito a frequentar uma residência artística em França num período de 30 dias.

Fonte: Angop / EB

Share.

Sobre o autor

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta