Governo e UE estão reunidos para avaliação da cooperação

0

Luanda acolhe hoje a IV Reunião Ministerial Angola-União Europeia, no âmbito do programa “Caminho Conjunto”, indica um comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

De acordo com o programa, a reunião, que decorre numa das unidades hoteleiras de Luanda, será co-presidido pelos ministros angolanos da Economia e Planeamento, Pedro Luís da Fonseca, e das Relações Exteriores, Manuel Augusto, bem como pela vice-primeira-ministra da Roménia, Ana Birchall, pela União Europeia.
Trata-se de uma reunião de alto nível que está a ser organizada sob o lema “Avançar no diálogo e na cooperação”, em que estarão envolvidos mais de 20 representantes de departamentos ministeriais do Executivo angolano e altas entidades da União Europeia.
Três tópicos essenciais estarão em debate, designadamente “Cooperação económico e desenvolvimento sustentável”, “Boa governação e os Direitos Humanos”, e “A paz, segurança e questões globais”.
No final dos debates está prevista a assinatura de um Memorando entre o Banco Europeu de Investimento e o Executivo angolano, bem como três convenções para financiamento, no âmbito do XI Fundo Europeu de Desenvolvimento (FED). Um comunicado conjunto será produzido e apresentado no final dos trabalhos desta reunião de Luanda.
Espera-se que a IV Reunião Ministerial contribua para aprofundar as relações de cooperação entre Angola e a União Europeia em áreas de interesse comum, que devem incluir a diversificação da economia, a captação de investimentos e a melhoria do ambiente de negócios, segurança marítima e regional, alterações climáticas, migrações, entre outros.
Esta reunião acontece na sequência de um acordo designado “Caminho Conjunto Angola-União Europeia”, assinado em Julho de 2012, em Bruxelas, com o intuito de reforçar o diálogo e a cooperação entre as partes, com base em princípios e interesses comuns.
As reuniões ministeriais são um importante diálogo de alto nível, que se realizam anualmente de forma alternada entre Bruxelas e Luanda. As anteriores edições decorreram em Bruxelas (em Outubro de 2014), Luanda (Novembro de 2015) e novamente Bruxelas (em Março de 2017).
A Reunião Ministerial “Caminho Conjunto”, entre Angola e a UE, é uma plataforma de diálogo político-económico que visa debater ideias, programas e planos de acção comuns com o fito de propiciar parcerias mutuamente vantajosas.
Até então, tratava-se de um evento que acontecia com periodicidade de dois em dois anos, alternando entre Luanda e Bruxelas. A III Reunião Ministerial realizou-se em Bruxelas, em 2017. A partir desta edição, passa a ser anual. Portanto, a V Reunião “Caminho Conjunto” Angola-UE está agendada para 2020, em Bruxelas, Bélgica, onde está a sede da União Europeia.
A parceria estratégica existente entre Angola e a UE, denominada “Caminho Conjunto” foi assinada em 2012 e visa intensificar as relações políticas e abrir novas áreas de cooperação. Apresenta-se também como uma plataforma permanente e inclusiva de diálogo e cooperação em diferentes domínios e níveis.
O embaixador da União Europeia em Angola, Tomas Ulicny, considerou, em Outubro, de “óptimas” as relações com Angola, tendo destacado a visita de João Lourenço a Bruxelas, capital da Bélgica e sede da UE.
O embaixador, que falava no final de um encontro com a vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, admitiu a possibilidade do reforço das relações económicas com o Executivo angolano. “Temos um plano conjunto para o desenvolvimento económico e social de Angola”, afirmou o diplomata europeu.

Fonte: JA/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: