Governo de Malanje expectante com a visita do PR

0

O governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos, afirmou nesta (segunda-feira), estar expectante com a visita do Presidente da República, João Lourenço, à região, realçando que a ocasião servirá para expor as principais preocupações com que a província se debate, sobretudo ligadas aos sectores económico e social.

O Titular do Poder Executivo inicia nesta terça-feira (21), uma visita de trabalho de dois dias à Malanje, onde vai presidir a Reunião do Conselho de Governação Local, e conceder audiências a membros da sociedade civil.

O Presidente da República vai também inteirar-se do andamento das obras da centralidade de Malanje e do ISTAM (Instituto Superior de Tecnologia Agro-alimentar de Malanje).

Falando à imprensa, o governador disse que tendo em conta a importância de alguns projectos e as limitações locais, o governo, em sede da Reunião do Conselho de Governação Local, vai solicitar a intersecção do Titular do Poder Executivo para que, a seu nível, possa ajudar na resolução dos mesmos, com enfoque para as infra-estruturas integradas, há muito paralisadas nos bairros Canâmbua e Maxinde.

Paralelamente a isso, está a necessidade de extensão da rede eléctrica no interior da província, tendo em conta que actualmente apenas os municípios de Malanje e Cacuso beneficiam da energia da rede pública, não obstante à província dispor de duas barragens hidroeléctricas.

Neste particular, o governante enfatizou que a prioridade recai aos municípios da região Songo, designadamente Luquembo, Quirima e Cambundi-Catembo, parcela da província com forte potencial para o cultivo do arroz, cuja produção deve ser estimulada e transformada.

Entretanto, esclareceu que nem todos os municípios vão beneficiar de energia hidroeléctrica, estando por isso em estudo outras fontes, como a eólica.

O Conselho de Governação Local é o órgão auxiliar e colegial do Presidente da República na formulação de políticas e acompanhamento da execução das políticas de governação de administração do Estado a nível local.

O Conselho de Governação Local reúne-se semestralmente e é orientado pelo Presidente da República, coadjuvado pelo Vice-Presidente da República.

Dele fazem parte os ministros de Estado, ministros, os governadores provinciais, secretários do Presidente da República, o secretário do Conselho de Ministros, entre outras entidades ligadas à matéria de governação local.

Reuniões do género aconteceram já nas províncias de Cabinda, Lunda-Norte, Huila, Uije, Benguela e Namibe.

Fonte: Angop/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: