Governo acelera processo de atribuição do BI na diáspora

0

O Governo está a trabalhar, de forma acelerada, para que até ao final deste ano os cidadãos residentes no estrangeiro tenham facilidades em emitir e obter o Bilhete de Identidade (BI), certidão, passaporte e outros documentos conexos.

Esse pronunciamento foi feito, quarta-feira, à imprensa, em Luanda, pelo ministro das Relações Exteriores (MIREX), Manuel Augusto, tendo referido que já estão a ser instalados o equipamento tecnológico para a emissão e atribuição desses documentos.

O governante disse, após ter conferido posse aos cônsules-gerais para as cidades do Porto (Portugal), Oshakati (Namíbia), Cape-Town e Joanesburgo (África do Sul), que esse trabalho está efectuado pelo MIREX em conjunto com os ministérios do Interior e da Justiça e Direitos Humanos.

Quanto a nomeação e o empossamento de novos cônsules-gerais, Manuel Augusto explicou que o acto visa fortalecer a diplomacia angolana no estrangeiro e desempenhar da melhor forma as tarefas incumbidas ao MIREX, para corresponder com os novos desafios do país.

“Temos a necessidade de reforçar os nossos consulados, por existirem novos desafios na representatividade do Estado e na assistência que devemos dar às nossas comunidades na diáspora”, sublinhou.

Apelou aos novos cônsules a facilitarem o processo de concessão de vistos e o fornecimento de informações necessárias aos cidadãos estrangeiros interessados em visitar e investir em Angola.

Exortou ainda aos diplomatas no sentido de serem implacáveis no combate às práticas que mancham a diplomacia angolana no exterior.

“Nós já começamos a ser severos com a exoneração de muitos diplomatas que ainda teimam em continuar com as práticas menos recomendáveis”, frisou.

Cônsules-gerais nomeados e empossados

Tomaram posse os seguintes diplomatas:

Embaixadora Isabel Godinho, para exercer o cargo de cônsul-geral de Angola no Porto (Portugal), embaixador André Ventura cônsul-geral de Angola em Oshakati (Namíbia), ministro conselheiro Sebastião Neto cônsul-geral de Angola em Cape-Town (África do Sul) e conselheira Irene Neto, cônsul-geral de Angola em Joanesburgo (África do Sul).

Fonte: ANGOP/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: