Girabola2019/20: Liliano garante vitória do Libolo sobre Progresso

0

O golo solitário de Liliano, aos 60 minutos, permitiu neste domingo, em Luanda, o triunfo do Recreativo do Libolo sobre o Progresso Sambizanga, por 1-0, no jogo de conclusão da terceira jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola2019/20), disputado no estádio dos Coqueiros.

Depois da vitória moralizadora diante do tetra-campeão 1º de Agosto (1-0), na passada terça-feira, neste jogo os “sambilas” não conseguiram se impor diante do seu público e saíram derrotados, perdendo uma soberana oportunidade de se posicionarem nos lugares cimeiros.

Inicialmente, os comandados do treinador Kito Ribeiro tomam as rédeas do desafio, com incursões ao reduto da formação do técnico André Makanga, que dava a réplica necessária, mesmo actuando fora do seu reduto. Decorridos 10, os visitantes chegam com algum perigo ao sector recuado dos caseiros.

O progressista Chiló não consegue dar sentido positivo ao esférico na área dos libolenses, aos 20. Árbitro Donaciano Mulumba anula golo de cabeceamento de Leandro, na baliza do Progresso, por posição irregular do jogador do Libolo, verificado aos 30. Desta toada, em que as acções eram divididas, a partida chega ao intervalo com o resultado em branco.

No reatamento, entrada de Pedro no lugar de Chiló, que evidenciava um aparente desgaste físico, na equipa de Luanda. Defesa arrojada do guarda-redes progressista perante um forte remate de Leandro, aos 50. Saída de Celso e entrada de Joãozinho, aos 57, na turma sambila.

Da pressão contra os anfitriões, Liliano inaugura para o Libolo, aos 60, na sequência de um forte remate de fora da área, sem hipóteses ao guardião Nelson, que apenas observa o esférico a mexer a rede da sua baliza, que proporciona momentos de alegria a um número reduzido da claque “laranja e azul”.

Segue-se a substituição de kiloy por Júlio, no Progresso, que a todo custo tentava em vão alterar o rumo dos acontecimentos, sem no entanto, conseguir os seus intentos. Já na fase derradeira, Adilson rende Fofó, no conjunto da província do Cuanza Sul, que consegue manter a vantagem mínima.

Fonte: ANGOP/BA

Share.

Sobre o autor

Avatar

Deixar uma resposta