Fósseis mais antigos do mundo indicam existência de vida em Marte

0

Investigadores descobriram no Canadá fósseis com pelo menos 3,770 milhões de anos de idade.

A descoberta dos que são até agora os fósseis mais antigos do mundo está a servir de argumento para a comunidade científica sustentar a hipótese de, outrora, ter existido vida em Marte, conta o Mirror.
Os fósseis, com pelo menos 3,770 mihlões de anos de idade, foram encontrados no Quebec, Canadá, e são compostos por pequenos filamentos e tubos formados por bactérias. Estas bactérias terão sobrevivido em ferro cobertas por camadas de quartzo. Acredita-se que a área em que estes fósseis foram descobertos é uma das que tem as rochas sedimentares mais antigas do mundo.

“A nossa descoberta apoia a ideia que a vida surgiu de ‘respiradouros’ de alta temperatura do fundo do mar pouco depois da formação da Terra”, contou um dos autores deste estudo, Matthew Dodd do University College London.

“Estas descobertas mostram que a vida desenvolveu-se na Terra numa altura em que Marte e a Terra tinham água líquida à superfície, colocando questões entusiasmantes para a vida extra-terrestre. Portanto, esperamos encontrar provas de vida anterior em Marte há quatro milhões de anos atrás ou, se não, a Terra pode ter sido uma exceção especial”, apontou Dodd.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: