Fórmula 1 pondera acabar com as “grid girls”

0

Novos proprietários da competição estão a estudar medida já para 2018

As tradicionais “grid girls” podem ter os dias contados na Fórmula 1. A Lliberty Media, empresa norte-americana que comprou os direitos da Fórmula 1, está a analisar se deve manter as habituais modelos, que passeiam entre os carros dos pilotos, na grelha de partida, mas também participam em eventos promocionais ou outras ações, como a entrega dos troféus.

Chase Carey, CEO da Liberty, sublinhou à BBC que é preciso estudar o caso e analisá-lo de vários ângulos. “É preciso tomar a decisão correta e respeitar todos.” A preocupação passa por ceder ao apelo de várias organizações, que consideram que as modelos são consideradas “ornamentos”, mas também por respeitar o público, que considera as “grid girls” como parte integrante do espetáculo da Fórmula 1.

Fonte: OJOGO / EB

Sobre o autor

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta