Farda (demasiado curta) das assistentes de bordo da AirAsia gera polémica

0

Uma passageira da AirAsia ficou chocada na última vez que viajou pela companhia. A culpa é das novas fardas das assistentes de bordo que, segundo a mesma, são demasiado curtas.

June Robertson, da Nova Zelândia, é uma cliente habitual da companhia, dado que viaja frequentemente para a Malásia.

Na última viagem que fez ficou tão “enojada”, palavras suas, com as fardas das funcionárias da companhia aérea que escreveu uma carta ao senador da Malásia para demonstrar a sua indignação.

“Senti-me extremamente ofendida pelas saias demasiado curtas que as mulheres usam na Air Asia”, escreveu, acrescentando que nas companhias europeias, australianas ou americanas isso não acontece.

“Uma das assistentes de bordo teve de se inclinar para tirar um produto do carrinho de vendas e vi-lhe a roupa interior. Horrível”, alegou, contando que numa outra viagem, outra funcionária tinha a camisa tão aberta que conseguia ver-lhe os seios.

O Mirror revela que o senador Mamad, a quem a carta foi dirigida, estará a analisar a situação.

Fonte: Notícias ao minuto/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: