Famílias desabrigadas regressam às residências

0

Moradores do edifício 27, bloco-2, da Centralidade do Sequele, município de Ca-cuaco, em Luanda, desalojados depois de uma explosão num apartamento, na quinta-feira, poderão regressar às suas residências nas próximas horas.

Trata-se de dez famílias que foram alojadas, temporariamente, numa escola do ensino geral.
Segundo o administrador distrital adjunto para a Área Técnica e Infra-Estruturas, Evandro Paim, depois do incidente, peritos do Fundo de Fomento Habitacional, Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) e da empresa construtora da Centralidade fizeram uma avaliação à estrutura do edifício e deram “luz verde” ao regresso das famílias. Adiantou que a explosão, de acordo com o estudo, não afectou a estrutura do edifício. O incidente provocou, parcialmente, danos no apartamento onde houve a explosão, tendo arrancado portas e janelas nos demais.

A perícia concluiu que a explosão foi provocada por fuga de gás. Na sequência da ocorrência, ficou gravemente ferido um homem, que se encontra a receber tratamento médico numa unidade hospitalar de Cacuaco.
“Está a ser feita a limpeza dos apartamentos, com a retirada do lixo provocado pela explosão”, sublinhou Evandro Paim. Entretanto, alguns moradores, entrevistados pela Angop, alegam que o tempo não é suficiente para a realização dos estudos e pedem garantias de poderem voltar em segurança para os seus lares.

Fonte: JA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: