Exposição de artes homenageia a mulher

0

Um conjunto de 12 quadros do artista plástico António Gonga está exposto até ao próximo dia 14 de Março, no Camões – Centro Cultural Português, em Luanda, na exposição “Peregrinação à memória”, uma homenagem do autor à mulher.

No conjunto de obras expostas ao público, podem ser apreciados quadros que retratam aspectos ligados ao revisitar da tradição oral, mitos, lendas e símbolos da cultura tradicional angolana.
Em declarações à imprensa, António Gonga afirmou que a mulher é mãe e génese e por este motivo está muito presente nas suas obras de pintora, tendo particularizado a homenagem à sua falecida esposa que o acompanhou ao  longo da sua trajectória artística.
“A ‘Peregrinação à memória’ é um contacto de uma série de imagens, que decorrem da configuração de elementos dos contos e lendas, que estão representados nas criações exposta ao público”, disse.
António Gonga disse que a exposição vem animar o panorama das artes plásticas nacionais, mas também oferecer aos estudantes de arte a possibilidade de transcreverem os processos que são fundamentais na criação de uma plataforma. “A arte está no bom caminho. Estamos todos no mercado com motivos distintos de presença e até dos imaginários. É importante que as diferentes instituições possam aglutinar ideias de consolidação, uma vez que existem escassez de galerias”, disse.
O administrador da Caixa Geral Angola, Júlio Lopes, patrocinador da mostra, explicou que há mais de três anos que a instituição bancária, em colaboração com o Camões -Centro Cultural Português, tem estado a apoiar inúmeros artistas angolanos, muitos dos quais apresentam um trabalho de qualidade.
Júlio Lopes acrescentou que o patrocínio dirigido ao artista Gonga constitui um acto de responsabilidade e de oportunidade em promover mais um profissional das artes, que há muitos anos possui um trabalho de valor.
António Gonga nasceu no município de Quitexe, na província do Uíge. Em 1987, teve o primeiro contacto com a União dos Artistas Plásticos da qual se tornou e ainda é membro. Em 1996, concluiu o curso de Escultura no Instituto de Formação Artística de Luanda. Em 2015, entrou para o Curso de Artes Visuais e Multimédia no Instituto Superior de Artes (Isarte). É professor no Complexo das Escolas de Arte (Cearte).

Fonte: JA/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: