Este homem leva a vida a cuidar de crianças em fase terminal

0

Da Líbia para os Estados Unidos, este homem cuida de crianças já sem esperança de vida há já duas décadas.

Mohmed Bzeek, um cidadão líbio que escolheu os Estados Unidos para viver e estudar em 1978, está a captar a atenção dos media. A sua história não é para menos.

A residir em Los Angeles, Mohamed dedica-se há décadas a cuidar de crianças doentes em fase terminal. Começou a fazê-lo, juntamente com a ex-mulher, Dawn, a partir de 1980.

Desde então, nunca mais deixou de olhar por estas crianças. “O essencial é amá-los como se fossem seus [filhos]”, explicou Bzeek, hoje com 62 anos.

“Sei que estão doentes. Sei que vão morrer. Faço o meu melhor como ser humano e deixo o resto para Deus”, acrescentou, contando a sua história ao Los Angeles Times. Desde que se dedida a cuidar de crianças, Mohamed já viu 10 partirem, nove das quais estão enterradas no cemitério ao pé de sua casa que visita regularmente. Neste momento, está encarregue de cuidar de uma menina de seis anos que, além de paralisada, é cega e tem convulsões diárias.

“Sei que não pode ouvir, não pode ver, mas converso sempre com ela. Ela tem sentimentos. Tem alma. É um ser humano”, afirmou. De acordo com o Hospital de Los Angeles, que supervisiona o tratamento da menina, esta já teria morrido se não fosse Bzeek.

Conhecido em Los Angels como um herói, foi já criado um fundo onde é possível ajudar financeiramente Bzeek na sua missão que, além de ser cuidar dos filhos dos outros, é também cuidar do seu próprio filho, Adam, que sofre de uma doença nos ossos e de nanismo.

Fonte: Notícias ao minuto/BA

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: