Esta mulher conta como perdeu 68 quilos

0

Katie Bolden começou a ver a sua qualidade de vida diminuir aos 26 anos, quando teve uma neurite ótica, uma inflamação do nervo ótico que deixa os doentes cegos temporariamente. Um ano depois, com 127 quilos, os problemas de saúde agravaram-se. Foi-lhe diagnosticado síndrome do ovário policístico – distúrbio endócrino que altera os níveis hormonais -, infertilidade, ansiedade e depressão. Tudo provocado pelo excesso de peso. Nessa altura, a norte-americana decidiu mudar de vida.

“Queria começar por perder peso, então comecei a correr. Ao início não conseguia correr mais do que 30 segundos. Tive de construir a minha resistência lentamente e incorporei também o halterofilismo na minha rotina de exercício físico. Desde o início da minha jornada perdi 68 quilos“, escreveu Katie Bolden na revista norte-americana Women’s Health.

Quatro anos depois, esta mãe e blogger de 30 anos pesa apenas 59 quilos e já participa em maratonas e corridas de obstáculos. A mudança nos hábitos alimentares foi importante mas, na sua opinião, o desporto foi o principal fator.

“Sinto-me ótima. Corro duas ou três vezes durante a semana, entre 4 a 9 quilómetros. Aos fins de semana gosto dos caminhos sem asfalto perto da minha casa. Os meus objetivos, a curto e longo prazo, passam por ser capaz de correr mais para manter o peso, remover o excesso de pele e continuar a ser uma voz para as pessoas que pensam que a perda de muito peso é impossível”, contou a norte-americana.

No final, a blogger sublinha que o segredo para o sucesso na luta contra o excesso de peso passou por criar um estilo de vida que fosse capaz de seguir para sempre. “Não estou sempre motivada, mas nessas alturas são os meus resultados que me motivam, a satisfação por atingir os objetivos”, acrescentou Katie Bolden.

Fonte: msn/BA

Share.

Sobre o autor

Deixar uma resposta