Esta é a forma mais básica de prevenir o contágio por salmonela

0

Diz a OMS que, a cada ano, uma em cada dez pessoas é infectada por salmonela na Europa. O problema que se torna ainda mais comum no verão, traduz-se em febre, dor abdominal, diarreia e vómitos e surge da infecção bacteriana a variados alimentos ou própria casa.

Dentro dos alimentos, o ovo é dos que mais se aponta como transmissor do problema, um problema que tem vindo a aumentar, apresentado os números mais alarmantes em 2016, segundo o El País.

Para evitar a propagação da bactéria salmonela, há contudo certas medidas que facilmente se pode ter consideração. Como primeiro, a adotar sempre, a OMS aponta o mais simples de todo: lavar as mãos.

Bastante simples, mas por vezes menosprezado, o simples acto de lavar as mãos diminui em muito a propagação de bactérias durante a confecção dos alimentos, estando associado a 97% menor probabilidade de manipular o alimento.

Idealmente, lave as mãos com sabão e esfregue-as por 10 a 15 segundo, sem esquecer a zona das unhas, onde se acumulam mais bactérias. A higiene funciona tanto com água quente como com água fria.

Fonte: Lifestyle ao minuto/BA

Share.

Sobre o autor

Deixar uma resposta