Está a amamentar? Então evite estes cinco alimentos

0

Cada criança é única, e existe sempre a possibilidade da criança apresentar alguma sensibilidade aos componentes de um determinado alimento.

 

Eis alguns alimentos que podem afetar o leite materno:

Chocolate: A maioria das mães pode comer chocolate com moderação, mas devem sempre ficar atentas para possíveis efeitos negativos no comportamento do bebé. O chocolate contém teobromina, substância que pode provocar irritabilidade e diarreia na criança.

Café, chá e refrigerantes: O café, chá, e refrigerantes tipo cola em quantidade excessiva podem causar irritabilidade e provocar um padrão deficiente de sono.

Leite e derivados: o bebé pode apresentar tanto intolerância à lactose como alergia à proteína do leite de vaca e seus derivados.

A mãe ao consumir laticínios passa pelo leite proteínas que podem causar alergias na criança, pois o seu sistema digestivo não é capaz de digerir as proteínas e seu sistema imunitário entende que essa proteína é um agressor ao organismo.

O bebé pode apresentar sangue nas fezes, diarreia, cólicas, assaduras e choro intenso.

Oleaginosas: Algumas crianças desenvolvem hipersensibilidades ou alergias a oleaginosas consumidas pela mãe. O grupo das oleaginosas é formado por nozes, castanhas, amêndoas, amendoins, avelãs, pistácios entre outros.

Bebidas alcoólicas: enquanto que os efeitos nocivos do consumo de álcool durante a gestação estão bem estabelecidos, as consequências durante o período da amamentação ainda não foram estudadas a fundo. Todavia, a comunidade médica e científica crê que o consumo de bebidas alcoólicas pode reduzir a produção de leite; o etanol passa para o leite materno nas mesmas concentrações presentes no sangue da mãe e quando comparados aos adultos, o recém nascidos tem a metade da capacidade de metabolizar, ou seja, eliminar o etanol de seu corpo. Como não existem recomendações especiais para mães que amamentam, é bom evitar qualquer tipo de bebida alcoólica durante esta fase de extrema importância para a saúde do bebé.

Fonte: Lifestyle/BA

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: