Duas mulheres transgénero espancadas até à morte na Arábia Saudita

0

Vítimas serão de origem paquistanesa.

Ativistas paquistaneses afirmaram esta segunda-feira que duas mulheres transgénero foram espancadas até à morte na Arábia Saudita.

A informação surgiu numa conferência de imprensa conduzida por Farzana Riaz, líder do grupo Trans Action Pakistan.

As vítimas em causa terão sido colocadas em sacos e agredidas com paus, acabando por sucumbir às agressões.

A Reuters salienta que na imprensa saudita, na semana passada, foi notícia uma rusga a uma festa. Aí 35 pessoas terão sido detidas e havia relatos de que entre os detidos estavam homens vestidos de mulheres. Na imprensa daquele país não houve referências a pessoas transgénero nem a mortes.

Segundo este grupo paquistanês, as 35 detenções terão sido, afinal, todas de elementos da comunidade transgénero local. Relatos que lhes chegaram davam conta das mortes e vinham acompanhados de fotografias de pessoas que ainda estão detidas.

Da parte da Arábia Saudita ainda não houve comentários sobre o caso. Embora a comunidade transgénero não seja criminalizada pela lei, a organização não governamental Human Rights Watch refere que naquele reino já houve detenções e castigos físicos públicos aplicados a homens por estarem a ter comportamentos considerados pelas autoridades locais como femininos.

 

Fonte: Notícias ao minuto/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: