Decidiu ser taxista para procurar a filha que desapareceu há 23 anos

0

Há 23 anos, a 8 de janeiro de 1994, Wang Mingqing e a mulher estavam na feira em Chengdu, na província chinesa de Sichuan, a vender frutas e legumes quando a filha mais velha desapareceu.

“Havia muitos clientes e perdemo-la de vista”, contou Wang ao Chengdu Economic Daily.

Desde aquele dia a menina nunca mais foi vista. Wang e a mulher espalharam cartazes pela rua, Wang visitou abrigos para órfãos na esperança de alguém ter levado a menina para lá, mas tudo sem sucesso.

O drama familiar quase lhe custou o casamento. “A nossa vida mudou completamente. A minha mulher e eu quase nos divorciámos por causa deste incidente”, contou.

As duas últimas décadas foram de uma busca incessante que não se traduziu em resultados e, por isso, Wang decidiu mudar a estratégia. Assim, este homem obteve uma licença para conduzir taxis e agora é taxista.

O objectivo, explicou, é conseguir chegar à fala com um maior número de pessoas. A esperança é que alguma delas lhe possa dar uma pista sobre a sua filha.

Até fevereiro, conta o Chengdu Economic Daily, Wang já havia contado a sua história a quase cinco mil passageiros.

Fonte: msn notícias/BA

 

 

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: