Cuanza Sul: ex-militares recebem máquinas agrícolas

0

Catorze tractores e alfaias agrícolas foram entregues pela ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Alves, nesta quarta-feira, a ex-militares de cinco cooperativas agrícolas da província do Cuanza Sul.

Tratam-se das cooperativas Comandante Arguelles, com 55 associados e 200 hectares de terras aráveis, Holibembwa, com 42 filiados e uma superfície de 150 hectares, Mussende, com 155 cooperativistas e 190 hectares, Kitembo Amboim, com 44 associados e 90 hectares, e 4 de Fevereiro, com 35 associados e120 hectares.

As referidas cooperativas já produzem cereais, raízes e tubérculos, leguminosas e oleaginosas, hortícolas e frutícolas.

Na ocasião, a ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher reafirmou que o Executivo continua a prestar atenção especial aos ex-militares, com vista a acelerar o seu processo de reintegração na actividade produtiva.

“Os tractores devem, igualmente, ajudar as comunidades próximas das cooperativas na preparação de terra, para que possam ter um maior rendimento”, instou.

Os membros das cooperativas serão capacitados pelo Instituto Nacional de Apoio a Pequena e Médias Empresas (INAPEM), nos próximos dias, com vista a obterem conhecimentos sobre gestão agrária, bem como pelo Instituto de Desenvolvimento Agrário no domínio do acompanhamento e práticas no campo.

No entender do governador do Cuanza Sul, Job Castelo Capapinha, o apoio à agricultura famíliar visa alavancar o desenvolvimento económico, como ponte de viragem dos actuais índices de pobreza na região.

A província possui cerca de dois milhões 857 mil e 501 hectares agricultáveis e, na presente época agrícola 2020/2021, foram preparadas apenas 212 mil e 641 hectares.

Presentes na cerimónia de entrega dos tractores, o ministro da Agricultura, Pecuária e Pescas, António de Assis, o Secretário de Estado para Acção Social, Lúcio do Amaral, membros do Governo da província e convidados.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: