Criança morre engasgada com uva na véspera de Ano Novo

0

Um menino de três anos morreu na véspera de Ano Novo, na localidade de Gijón, em Espanha, depois de se engasgar com uma uva. Refere o El Periódico que o incidente aconteceu quando a criança comia uma das 12 uvas, nos minutos que antecederam a meia-noite. Saliente-se que a criança comia uvas no seu estado normal, e não passas como é tradicional nesta altura.

Perante a situação, os pais da criança alertaram as autoridades que rapidamente se deslocaram ao bairro de Natahoyo, onde residem. Encaminhado para o hospital mais próximo, o menino chegou à unidade de saúde sem respirar e em paragem cardiorrespiratória. Apesar das manobras de reanimação, os médicos não conseguiram reverter a situação.

Refira-se que vários estudos clínicos recomendam que crianças com menos de cinco anos não ingiram uvas inteiras devido ao risco de asfixia.

Aliás, os produtos alimentares estão na base de mais de metade dos casos de asfixia mortal em crianças até aos cinco anos. Entre estes alimentos, as uvas ocupam o terceiro lugar dos incidentes, depois dos ‘cachorros quentes’ e dos doces.

Saliente-se ainda que as vias respiratórias das crianças são mais estreitas, para além de estas não terem ainda a dentição completa e desenvolvida para mastigar os alimentos convenientemente. Estes fatores, de acordo com a comunidade médico-científica, fazem desta faixa etária a mais propensa a cenários de asfixia.

Recorde aqui como devem ser realizadas as manobras de reanimação. Porém, em crianças, para a realização destas manobras deve ser utilizada apenas uma mão para não fraturar as costelas.

Fonte: Lifestyle/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: