Covid-19: TAAG vai repatriar dois mil cidadãos retidos em Portugal

0

A TAAG vai transportar, a partir de dia 24 deste mês até ao final do ano, dois mil cidadãos angolanos retidos em Portugal, devido às restrições impostas pela pandemia da covid-19, anunciou o ministro dos transportes, Ricardo de Abreu.

Dos dois mil e 100 registsdos pelos serviços  consulares angolano em Portugal, mil 800 estão em Lisboa e 300 na cidade do Porto.

Desde que foi decretado o Estado de Emergência, a 27 de Março último, a TAAG transportou três mil e 750 cidadãos angolanos que estavam retidos no estrangeiro.

Deste número de passageiros repatriados no âmbito do plano de contingência para fazer face à covid, em Julho a TAAG transportou 760 cidadãos.

Segundo o ministro, que falava na habitual conferência de dados de imprensa de actualização de dados da covid-19, o primeiro critério é para cidadãos com bilhete valido emitido pala TAAG.

Para este grupo, que regressa ao pais, a prioridade vai para doentes, idosos e cidadãos com junta médica.

Para embarque, a condição é o cidadão apresentar o certificado de ter feito o teste da covid-19 em 72 horas, antes do embarque.

Todos os passageiros deverão fazer-se acompanhar dos meios de protecção e biossegurança.

Para classe executiva,  o passageiro tem direito a 32 kg de bagagem, enquanto na económica 23 kg.

Fonte: Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: