COVID-19: Ministra pede união no combate à pandemia

0

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, convidou, esta segunda-feira, os Estados de todo mundo a fazerem uma actuação conjunta e mais eficaz contra a pandemia da covid-19.

Ao intervir na sessão de abertura da 73ª Assembleia da Organização Mundial da Saúde (OMS), considerou necessária uma estratégia pragmática e inovadora, capaz de controlar e evitar a propagação do vírus.

Sílvia Lutucuta pediu o apoio da OMS para levar a cabo algumas das tarefas destinadas a evitar a propagação do vírus em Angola, onde já foram notificados 50 casos positivos, com 3 mortos.

Segundo a governante, as medidas implementadas pelo Governo angolano (encerramento das fronteiras, confinamento social, quarentenas institucional e domiciliar) permitiram limitar a pandemia a Luanda e proteger as populações mais vulneráveis.

Adiantou que o próximo desafio das autoridades nacionais é a realização de testes massivos nas comunidades, para aferir a existência ou não de circulação comunitária, bem como evitar a entrada de cidadãos estrangeiros nas fronteiras.

Apontou a testagem ampla em grupos populacionais de risco, para a caracterização da circulação comunitária do novo coronavírus no país, como acção proprietária.

A governante, que falava a partir de Luanda, via videoconferência, disse esperar pelo apoio da OMS neste domínio, assim como no reforço dos mecanismos para a melhoria da vigilância sanitária transfronteiriça, no quadro do regulamento sanitário internacional.

A actividade, que este ano se realiza de forma virtual, devido à pandemia da covid-19, tem o seu término previsto para esta terça-feira.

Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: