Covid-19: Milhões ameaçados pela fome, alertam agências da ONU

0

A Organização Mundial de Saúde (OMS), a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Mundial do Comércio (OMC) lançaram um alerta global conjunto para o risco de milhões de pessoas virem a sucumbir à fome por causa da crise gerada pela Covid-19 se as trocas comerciais mundiais não forem asseguradas no meio do caos provocado pela pandemia.

Num documento assinado pelos directores destas três agências das Nações Unidas, Qu Dongyu, da FAO, Tedros Adhanom Ghebreyesus, da OMS, e Roberto Azevedo, pela OMC, o mundo é advertido para o iminente cenário de insegurança alimentar que pode afectar milhões de pessoas em todo o mundo, mas com especial enfoque nos países em desenvolvimento.

Com data de 30 de Março, este documento explica que as medidas que estão a ser tomadas pela generalidade dos países para estancar a progressão da pandemia da Covid-19, que em Dezembro do ano passado começou a espalhar-se pelo mundo a partir da China, exigem especial cuidado para que o comércio internacional não seja severamente afectado de forma a garantir que as linhas de abastecimento alimentar mundiais não são interrompidas.

Isto porque os representantes destas agências, que são originários da China, da Etiópia e do Brasil, estão preocupados com a possibilidade real de a Covid-19 poder bloquear as trocas comerciais globais de forma a abrir espaço para a insegurança alimentar em várias regiões do globo, sendo que as geografias mais desfavorecidas, como a africana ou partes da asiática, estão na linha da frente do risco de fome para milhões dos seus habitantes.
Fonte: Novo Jornal/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: