Covid-19: Autoridades repudiam comportamentos dos pacientes no Hospital de Campanha

0

No Hospital de Campanha inaugurado recentemente pelo Presidente da República, estão internados 76 pacientes na Zona Económica Especial, Luanda-Bengo, alguns doentes são acusados de comportamentos menos dignos.

“Alguns grupos tem vandalizado os quartos de banho, sujidade nos mesmos, estão a violar as tomadas, estão a vandalizar os meios do Hospital de Campanha. Há situações até que os profissionais são ameaçados quando vão fazer assistência a ala a onde estão estes doentes”. Informou um dos responsáveis do hospital.

Os pacientes reclamam da alimentação e higiene. Por causa da insatisfação, alguns usaram as redes sociais para apresentarem inquietações, pelas quais estão a passar.

Os doentes dizem não entender as razões pelo um único resultado, sempre que são testados. O governo diz que as condições que os hospitais de campanha dispõem, respondem a orientações da OMS e não há razões para preocupações.

De acordo com a ministra da saúde, Silvia Lutucuta, não podemos aceitar que pessoas de má fé, muitas das vezes nem estão internadas nos centros, começam a veicular informações que não são verdadeiras.

“As pessoas estão lá, estão a ser acompanhadas, há protocolos próprios de atendimento dos doentes com covid. Portanto, o paciente da covid-19 não é um paciente que é visto a toda hora, há períodos em que há entradas, é preciso usar equipamentos de biossegurança, há outros procedimentos como câmaras para fazer a monitorização, há aspectos que são diferentes, para os doentes críticos tem que ter permanente assistência mas tem que ter um pouco de paciência”. Esclarece, Silvia Lutucuta.

“É bom que as pessoas conservem o bem público, nós temos relatos muito maus de cidadãos que estão a arrancar as tomadas, que estão a partir os chuveiros, uma coisa que foi construída tão pouco tempo. Se em minha casa não vou me comportar assim, então devo continuar a preservar um bem público, porque não vai só servir para tratarmos a nós, mas para tratar muita gente”. Repudiou a governante.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: