Covid-19: Após contaminações, “Caso 26” testa negativo

0

O conhecido como “Caso 26”, envolvendo um cidadão angolano responsável para a cerca sanitária na comuna do Futungo, município de Belas (Luanda), testou negativo e pode ter alta médica nos próximos dias, se este quadro se manter até nova análise, dentro de sete dias.

Segundo a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, este mesmo cidadão também é responsável pela cerca já levantada no bairro Cassenda (Mainga), tendo regressado ao país no dia 18 de Março, proveniente de Portugal, sem cumprir a quarentena domiciliar.

“Só no Futungo, onde se mantém a cerca sanitária, até os dados divulgados hoje (domingo), já infectou 26 pessoas. Já fizemos o primeiro teste e deu negativo. Vamos fazer o segundo, e se voltar a dar negativo, vamos dar-lhe alta médica”, explicou

Na ocasião, a também porta-voz da Comissão Multissectorial para Resposta à Covid-19, sublinhou que, nas últimas 24 horas, se registaram oito casos, perfazendo 69 (41 dos quais são de transmissão local) casos confirmados, com quatro óbitos, 18 recuperados e 47 activos.

CISP

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 43 chamadas, das quais três denuncias de casos suspeitos e 40 de pedidos de informação da doença.

INIS

Enquanto isso, o Instituto Nacional de Investigação em Saúde (INIS) processou 7.521 casos, dos quais 69 positivos, 6.978 negativos, estando 476 em processamento, ao mesmo tempo que se deu alta a um cidadão em Luanda.

Em termos de casos suspeitos, estão em investigação 452 casos, sob vigilância 1.198, ao passo que 1.059 pessoas se encontram em quarentena institucional.

Fonte: ANGOP/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: