Covid-19: 237 médicos cubanos testam negativo

0

Os 237 médicos cubanos submetidos a testes da Covid-19 deram negativo e 53 deles foram, ontem, encaminhados para as províncias da Huíla, Bié, Moxico e Namibe, no sentido de reforçar os serviços sanitários no combate à pandemia.

A informação foi avançada, ontem, em Luanda, pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, durante apresentação do balanço sobre a situação epidemiológica da pandemia da Covid-19 no país. Franco Mufinda disse que, ainda hoje, fica em Luanda um grupo de profissional cubano e os restantes serão encaminhados para as provinciais do Bengo, Benguela, Cabinda, Cuando cubango, Cuanza-Norte e Sul, Huambo, Lundas Norte e Sul, Malanje, Uíge e Zaire.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) registou, 145 chamadas, todas relacionadas com pedidos de informação sobre à pandemia da Covid-19. O laboratório de testagem do novo coronavírus contabilizou, até ontem, 5.092 amostras colhidas, das quais 36 positivas, 4.370 negativas e 686 estão em processamento.

O secretário de Estado disse que, no que toca ao cumprimento da quarentena institucional, actualmente estão sob controlo das autoridades sanitárias 1.139 pessoas e foram investigados 417 casos suspeitos até agora contabilizados pelo Ministério da Saúde.

A transmissão local continua com um acumulado de nove e os contactos directos e ocasionais seguidos registam 1.007. As províncias de Benguela, Bengo, Cunene, Cuanza-Norte e Huambo reportaram denúncias de violação de quarentena. Nas mesmas regiões foram realizadas actividades de capacitação dos técnicos de Saúde, desinfestação dos hospitais e aeroportos.

JA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: