Copa América “aquece” com Brasil-Argentina

0

A Selecção brasileira de futebol defronta esta quarta-feira a sua congénere da Argentina, em jogo da meia-final da Copa América Brasil 2019.

Nos quartos de final, o Brasil derrotou, na sexta-feira, o Paraguai por 4-3, resultado que lhe deu a passagem para a meia-final.

Já a equipa Argentina derrotou a Venezuela por 2-0, partida disputada, igualmente, na sexta-feira, última.

Noutro jogo da meia final, a disputar-se na quinta-feira, 4, a equipa chilena defronta a similar do Perú, jogo marcado também para às 5h00, hora de Angola.
Nos quartos de final, o Chile derrotou a Colômbia por 5-4, jogo disputado sábado. Na mesma vertente, o Perú venceu o Uruguai por 5-4.
A Copa América Brasil 2019, que teve início no passado dia 14, encontra-se na sua 46ª edição, sendo o principal torneio de futebol masculino entre selecções da América do Sul.

Organizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL), a Copa América 2019 tem a participação das 10 selecções sul-americanas afiliadas à CONMEBOL, nomeadamente Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Perú, Uruguai e Venezuela, além das selecções do Japão e Qatar como convidadas.

A Copa encerra dia 7 de Julho, e incluía três grupos (A; B; C).

Fonte: JA/LD

Share.

Sobre o autor

Avatar

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta