Contagem regressiva: sonda da NASA está a ponto de revolucionar nossa noção sobre Sol

0

Na quinta-feira (9), a NASA anunciou que finalizou todos os preparativos para lançar no dia 11 de agosto a sonda espacial Parker Solar Probe, que se aproximará do Sol como nenhuma outra.

Segundo a agência espacial, o dispositivo, que decolará da plataforma de lançamento de Cabo Canaveral (Flórida, EUA), viajará através da atmosfera do Sol, a “somente” 6,2 milhões de quilómetros da superfície solar, a uma distância “sete vezes mais próxima” do que qualquer outra nave.

A sonda Parker Solar Probe voará pela primeira vez até a capa mais extrema da atmosfera solar, conhecida como coroa, para ampliar os conhecimentos sobre a origem e evolução do vento solar. O objetivo principal da missão é revelar como a energia e o calor se movem através da coroa e o que acelera o vento solar.

O dispositivo realizará investigações científicas em meio a um calor e radiação extremos. Entretanto, será protegida pelo escudo composto de carbono de quase 12 centímetros para suportar temperaturas de 1.377 graus Celsius.

Segundo a NASA, a “histórica” missão da Parker Solar Probe “revolucionará a nossa percepção sobre o Sol” e “dará à humanidade observações mais próximas da estrela”.

Fonte: Sputinik / EB

Share.

Sobre o autor

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta