Confinamento social está a contribuir para a preservação do ambiente

0

O confinamento social derivado da pandemia da Covid-19 está a contribuir para a recuperação do meio ambiente e o estabelecimento das bases de um mundo mais saudável , inclusivo e resiliente, admitiu a engenheira ambiental e docente universitária Zailamo Kindelo.

A especialista afirma que a nível global, actualmente respira-se melhor devido à recomposição da natureza, com a observância do confinamento social obrigatório. Acrescenta que a limitação da circulação das pessoas devido à Covid-19 está a trazer ganhos consideráveis, que estão a ajudar a preservação dos ecossistemas que compõem o meio ambiente.

Vantagens


“Com este confinamento, não só temos ganhos para a preservação da vida humana, como também para a preservação de várias espécies que integram o meio ambiente. Nesta altura há poucos veículos a circular, há poucas pessoas a praticarem a queima de resíduos de forma descontrolada e, no entanto, também podemos, por assim dizer, que há pouca poluição do ar”, argumentou. 


De acordo com Zailamo Kindelo, este confinamento apresenta vantagens para o meio ambiente, porque as praias mantêm-se a limpas, sublinhando que é a altura ideal para as autoridades gerirem melhor os resíduos sólidos urbanos, efectuarem a limpeza das valas de drenagem e requalificarem as vias públicas, o que, no seu entender, é também uma vantagem do ponto de vista da saúde humana.A engenheira ambiental acredita que, desta forma, se deve continuar a preservar o meio, as espécies e os vários ecossistemas.

JA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: