Comer de pé faz assim tão mal? E deitado?

0

Alguns especialistas dizem que devemos comer sentados, com calma e concentrados nos alimentos que ingerimos. Mas, é assim tão mau para a saúde comer de pé?

A azáfama do dia-a-dia faz da alimentação um dos aspetos menos valorizados . Enquanto algumas pessoas esquecem-se de todo de comer, outras fazem-no a ‘correr’ de um lado para o outro, não prestando sequer atenção ao tipo de alimentos que ingerem.

Alguns especialistas dizem que devemos comer sentados, com calma e concentrados nos alimentos que ingerimos. Mas, é assim tão mau para a saúde comer de pé? E deitado?

A questão foi colocada por James Brown, professor de Biologia e Ciências Biomédicas na Aston University, que, num artigo publicado pelo site The Conversation, explica que existem, de facto, diferenças entre comer de pé, sentado ou deitado.

Comecemos pelo último. Segundo Brown, comer deitado faz com que a absorção dos hidratos de carbono seja mais lenta, uma vez que se verifica uma mudança na taxa de esvaziamento gástrico. Isto até poderia ser uma boa notícia – uma vez que a absorção lenta de hidratos de carbono ajuda a evitar picos de insulina -, mas a verdade é que comer nesta posição pode aumentar o risco de desenvolver a doença do refluxo gastroesofágico, que além de causar desconforto está associada a ataques de coração. O recomendado é não ficar deitado até duas horas depois de comer.

comer sentado parece ter mais benefícios para a saúde do que comer deitado. Embora possa acentuar um estilo de vida sedentário (principalmente quando se tem um trabalho que implica ficar sentado mais de oito horas), o ato de parar para comer é realmente positivo, uma vez que aumenta a sensação de saciedade e reduz o apetite, dois fatores fundamentais para a redução da ingestão de calorias ao longo do dia.

E comer de pé, é assim tão mau como se diz? Para James Brown, não. Aliás, nem sequer existem evidências científicas de que comer de pé afeta a digestão, pelo contrário. Diz o especialista que a gravidade não é necessária para o processo digestivo, mas ajuda a evitar o desenvolvimento da doença do refluxo gastroesofágico. Além disso, comer de pé promove um estilo de vida mais ativo e, por consequência, uma maior uso de energia, o que faz com que se queimem mais 50 calorias por hora quando se come de pé.

No que toca ao impacto na saúde, comer sentado ou de pé pode ter efeitos semelhantes, mas tal apenas acontece quando se optam por alimentos saudáveis e equilibrados e quando a refeição é feita conscientemente.

Fonte: Notícias ao minuto/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: