Ciência revela os alimentos que realmente cuidam da flora intestinal

0

Existem cada vez mais evidências científicas que defendem que não existe uma boa saúde geral quando a flora intestinal não está bem.

Os intestinos são o nosso segundo cérebro e o verdadeiro pilar da saúde em geral. Nos últimos anos, a ciência tem vindo a encontrar cada vez mais razões para apontar a flora intestinal como um factor determinante, para o bem e para o mal, dos mais variados aspetos da saúde humana

Mas, para que os intestinos funcionem adequadamente, é necessário alimentar o microbioma intestinal, ou seja, a comunidade de bactérias que a habitam nos intestinos.

Com a ajuda de 30 voluntários escoceses e de investigadores de todo o mundo, o grupo de cientistas do programa ‘Trust Me, I’m a Doctor’ conseguiu encontrar os alimentos que melhoram verdadeiramente a saúde intestinal e que, por isso, são aliados da saúde em geral.

Para o estudo, conta a BBC no seu site, os cientistas separaram os participantes em três grupos. No primeiro, foi dada uma bebida probiótica de supermercado; no segundo, tomou kefir (bebida fermentada e feita à base de leite); o terceiro grupo viu a sua dieta reforçada em fibra prebiótica chamada inulina, que pode ser encontrada em alimentos como a cebola e o alho.

Passadas as quatro semanas de testes, os cientistas concluíram que os probióticos pouco ou nada fizeram no microbioma intestinal, tendo o kefir e os alimentos ricos em fibra prebiótica apresentado melhores resultados. Conta a BBC que os participantes que ingeriram mais cebola e alho, por exemplo, obtiveram um aumento do tipo da bactéria boa para a saúde intestinal e que aqueles que apostaram no kefir aumentaram a presença de Lactobacillales, uma bactéria importante para a saúde intestinal e que pode atenuar ou travar casos de diarreia e intolerância à lactose.

Mas o estudo não ficou por aqui. Depois de detetarem o impacto positivo que os alimentos fermentados têm na saúde, os investigadores decidiram comparar aqueles que são feitos em casa e aqueles que são comprados em grandes superfícies.

Uma vez que aqueles que são industrializados passam por “pasteurização depois da preparação para garantir a sua segurança e aumentar o prazo de validade”, os produtos fermentados que são feitos em casa mostraram ser melhores para a saúde, uma vez que preservavam um maior leque bacteriano.

 

Fonte: Lifestyle/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: