Chefe de inteligência na Colômbia deixa cargo após entrega de dados falsos à ONU

0

O general Oswaldo Peña, que actuou como director de Inteligência e Contrainteligência das Forças Militares, apresentou uma “comunicação” ao presidente, na qual “solicita sua aposentadoria do serviço activo”, afirmou o Ministério da Defesa em comunicado.

“Estou consciente da necessidade de responder por minhas acções e pelas de meus subordinados, e ajo de acordo”, disse Peña, citado no boletim.

Share.

Deixar uma resposta