Candidatas a Miss Peru impõem-se contra violência sobre mulheres

0

Durante o concurso Miss Peru 2017, as candidatas uniram-se contra a violência de género. Quando chegou ao momento de se dirigirem à plateia para dizer as medidas do seu corpo, as candidatas mais belas do país optaram por referir os números referentes à violência contra as mulheres.

Cada candidata listou as estatísticas sobre a violência no país. “O meu nome é Camila Canicoba e represento a Lima. As minhas medidas são 2.202 casos de feminicídio”, disse a primeira.

“Saudações de Almendra Marroquín. Represento Cañete e as minhas medidas são: mais de 25% das raparigas e adolescentes são abusadas na escola”, disse outra.

A iniciativa que quebrou a tradição partiu da organizadora do concurso e antiga miss, que pediu para dedicarem o evento a dar força às mulheres, num país em que a violência de género bate recordes.

“3.114 vítimas femininas de tráfico humano foram registadas desde 2014” foram as medidas da eventual vencedora do Miss Peru 2017, Romina Lozano.

Fonte: NM/BA

Share.

Sobre o autor

Deixar uma resposta