Campanha solidária para Moçambique arrecada 20 milhões de Kwanza

0

A campanha solidária promovida pela TPA, para apoiar as vítimas do ciclone Idai, em Monçambique, resultou na arrecadação de cerca de 20 milhões de Kwanza e mais de 100 toneladas de bens diversos, como matériais de construção, hospitalar e produtos da cesta básica, revelou este sábado, em Luanda, o coordenador desta campanha, Cabingano Manuel.

Os respeitivos bens, arrecadados durante a campanha que decorreu num período de um mês, em todo país, serão entregues às intidades moçambicanas no dia 2 de Maio próximo, na cidade da Beira, região mais afectada pelo ciclone Idai, de acordo com Cabingano Manuel.

Em declarações à Angop, durante o show solidário, que marcou o encerramento da campanha, o responsável deu nota positiva aos cidadãos que se comoveram com a causa, tendo agradecido o engajamento de todos que contribuiram para o êxito deste acto de solidariedade com os irmãos do Índico.

Cabingano Manuel referiu ainda que o show representa o momento especial da campanha, demonstrando o amor que o povo angolano tem com os moçambicanos.

Na ocasião, um dos responsáveis da produtora musical “Clé Entertaiment”, Clénio Gomes, disse terem preparados cerca de 35 cantores, desde a antiga a nova geração, para cantarem para cerca de 15 mil espectadores.

Considerou de grande importância o convite que a TPA endereçou aos músicos da sua produtora, para participarem na realização do show.

Referiu que este apoio deveu-se também pela cumplicidade linguística e amizade que existe entre os dois países.

O show solidário Angola/Moçambique, que decorreu sábado, no pátio da Cidadela Desportiva, em Luanda, juntou os músicos dos dois países e durou mais de cinco horas, numa noite de muita animação e solidariedade.

Além do ciclone Idai, que até Março provocou a morte de cerca de mil pessoas no centro do país e no Zimbabwe, Moçambique também está a ser afectado pelo ciclone Kenneth, que já destruiu aproximadamente três mil e 300 casas e deixou cerca de 18 mil pessoas refugiadas em abrigos de emergência, bem como provocou a morte de cinco pessoas.

Fonte: ANGOP/BA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: