Bolsonaro afasta destituição ou renúncia: “Vou sair no primeiro de janeiro de 2027

0

Impermeável a críticas, erros e problemas. Mesmo com pedidos de destituição e de renúncia a avolumaram-se à sua volta, Jair Bolsonaro permanece inamovível. 

No domingo, conta a “Folha”, o Presidente brasileiro foi questionado por um apoiante, num evento no Palácio da Alvorada, sobre a sua continuidade no cargo. A resposta foi perentória.

O cidadão terá dito: “A democracia pede a sua renúncia ou impeachment”. Com surpresa, Bolsonaro garantiu: “Vou sair no primeiro de janeiro de 2027.” Ou seja, o Presidente brasileiro assumiu que não só irá terminar o atual mandato, como irá ser reeleito em 2022. 

Em abril, recorde-se, uma sondagem dava conta de que, pela primeira vez, a maioria da população brasileira era favorável à saída do Presidente. 

Dos 2000 inquéritos, 52% apoiavam a destituição de Bolsonaro; 64,4% dos inquiridos reprovavam a atuação recente do Presidente e apenas 30% estavam satisfeitos.
Fonte: Expresso/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: