Bola volta hoje a girar nas quadras

0

Com os jogos agendados para esta tarde, tem início a 44ªª edição do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão, naquilo que, em bom rigor, se poderá considerar o campeonato possível, no contexto actual, marcado pela chaga da Covid-19, que põe o mundo alarmado.

Na verdade, em ocasiões anteriores, constituiu sempre motivo de enorme alegria quando a bola voltasse a rolar e as pessoas retomassem os caminhos dos estádios.

A edição que abre hoje não terá, infelizmente, o mesmo sentido. Não se espera nela a coesão que sempre existiu entre o público e os estádios, porque o cumprimento das regras de combate à Covid-19 obrigam ao recomendado distanciamento.

Há, por tudo isso, razão para alguma onda de desânimo entre os amantes de futebol. Pois, depois do prolongado defeso verificado, salutar seria voltar a ver à romaria de gente para os campos de futebol, como sempre foi. Mas não é o que vai acontecer. Os jogos serão disputados sem presença pública, sendo este quesito que retira alguma graça ao torneio.

Seja como for, durante cerca de nove meses, aqui estaremos para ver e aplaudir, à distância, os melhores momentos, os melhores jogos, os melhores “artistas”. Esperamos, à partida, que haja uma salutar disputa pelos lugares cimeiros e, acima de tudo,  futebol de apurado teor qualitativo.

Os jogos

Esta tarde, para a abertura da prova, o calendário reserva o jogo:

Académica do Lobito- Sagrada-Esperança.

Para domingo, estão reservados os desafios:

Cuando Cubango FC- Ferrovia do Huambo;

Recreativo da Cáala-Baixa de Kassange;

Wiliete – Santa Rita de Cássia;

Segunda-Feira jogam:

Petro de Luanda-Bravos do Maquis;

Terça-feira disputa-se o destaque da jornada:

1º de Agosto-Interclube;

Adiadas sem data para disputa ficaram as partidas:

 Sporting de Cabinda-Desportivo da Huíla;

Progresso do Sambizanga-Recreativo do Libolo

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: