O governador José de Lima Massano afirmou hoje que o Banco Nacional de Angola (BNA) chegou a ser classificado como o primeiro de três bancos centrais no mundo exemplos de má governação.

A classificação, segundo José de Lima Massano, foi apresentada num encontro à margem das reuniões de verão do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional, em Washington (Estados Unidos), no ano passado.
Segundo o gestor, na base da classificação estavam notícias da transferência irregular dos 500 milhões de dólares para Londres cujo estorno ou reversão para o Estado angolano só foi possível por via judicial.
O governador do BNA indicou que especialistas da Agência Nacional de Crimes Financeiros do Reino Unido chegaram a visitar Angola para apurar os desenvolvimentos deste processo. A agência recebeu denúncias do HSBC, que abriu um processo para investigar o assunto. “Neste processo, perdemos bancos correspondentes do BNA no sistema financeiro internacional. Continuamos a trabalhar para recuperar a confiança”, disse.
José de Lima Massano esclareceu, no entanto, que o BNA perdeu apenas correspondentes bancários para o dólar para efeitos de pagamentos.
“Perdemos a capacidade de importação de notas e transferências, mas mantivemos os correspondentes para aplicações e cartas de créditos”, esclareceu, acrescentando que nem todos perderam correspondentes/dólares, tendo citado o exemplo das petrolíferas, que continuam com o correspondente/dólar.

Fonte: JA/BA

Share.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: