Beto Bianchi quer evitar sofrer golos em casa

0

O técnico do Petro de Luanda, Beto Bianchi, apontou como estratégia para a eliminatória da Taça da confederação com o Supersport da África do Sul, evitar sofrer golos no jogo em casa, marcado para hoje às 16h00 no estádio 11 de Novembro.

Na antevisão do encontro da segunda eliminatória de acesso a fase de grupos da segunda competição mais importante do futebol continental, o técnico tricolor admitiu que se trata de um adversário difícil, apesar da sua posição pouco destacada no campeonato interno.

Daí que considere importante na partida de hoje a realização de golos sem consentir, de maneira a seguir para a segunda mão, no reduto do adversário, com mais tranquilidade.

Até ao momento, o vice-campeão angolano e vencedor da taça de Angola ainda não sofreu qualquer golo, nem na prova continental (5-0 e 0-0 diante do Masters do Malawi) nem no campeonato nacional (4-0, Cuando Cubabgo FC; 0-0, 1º de maio de Benguela; 3-0, FC Bravos do Maquis).

O adversário do Petro de Luanda, que trocou de treinador recentemente, tem 24 jogos disputados e 27 pontos conseguidos, o que o coloca a duas posições acima da linha de despromoção no campeonato sul-africano.

Tem seis vitórias, nove empates e igual número de derrotas, marcou 20 golos e sofreu 26. Nas Afrotaças, ficou isento da eliminatória anterior.

Os tricolores somam sete pontos no Girabola2018 em três jogos disputados, já marcou sete golos e não consentiu nenhum.

Fonte: Angop / EB

Share.

Sobre o autor

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta