As cinco principais causas do desenvolvimento da infeção urinária são:

0

A infeção urinária normalmente provocada pelo desenvolvimento da bactéria E. coli no trato urinário, afeta alguns homens mas sobretudo as mulheres.

A bactéria E.coli existe naturalmente no intestino de todas as pessoas, no entanto, alguns fatores simples como fazer a higiene íntima incorretamente ou não beber água suficiente, por exemplo, facilitam que essa bactéria alcance o trato urinário, causando a tão incómoda infeção.

Por vezes essa infeção passa despercebida e o corpo consegue combatê-la naturalmente, mas quando surgem sintomas de dor ou ardor ao urinar, por exemplo, é necessário procurar o médico e iniciar o tratamento adequado.

1. Conter a urina por muito tempo
Para além de permitir a eliminação do excesso de líquidos e toxinas do corpo, a urina também ajuda a limpar as paredes da uretra, eliminando bactérias que podem fluir até a bexiga. Por isso, reter a vontade de fazer xixi impede que esse processo de limpeza natural aconteça, facilitando o desenvolvimento de bactérias.
2. Fazer a higiene íntima incorretamente

Um dos locais que possui mais bactérias capazes de causar uma infeção urinária é o intestino, como tal, para limpar a região íntima deve-se sempre passar o papel higiénico de frente para trás, evitando o transporte de bactérias que estejam na região do ânus.
3. Beber pouca água

Da mesma forma que reter a vontade de urinar por muito tempo pode facilitar o desenvolvimento de bactérias na uretra e bexiga, beber pouca água, durante o dia, também pode ter o mesmo efeito. Isso acontece porque o corpo deixa de produzir urina suficiente para ir à casa de banho várias vezes durante o dia, permitindo que as bactérias, que seriam eliminadas através da urina, continuem a subir até à bexiga.

4. Utilizar pensos higiénicos e tampões por muito tempo

Quando estes produtos de higiene feminina ficam sujos facilitam o desenvolvimento de bactérias que podem chegar até ao sistema urinário, provocando a infeção urinária.
Para evitar este problema, deve-se substituir o penso ou o tampão frequentemente, de preferência a cada quatro horas.
5. Ter pedras nos rins

Pessoas com pedras nos rins, normalmente, apresentam crises de infeção urinária frequentes, pois a presença das pedras pode fazer com que as vias urinárias fiquem mais entupidas e, por isso, a urina não é completamente eliminada. Quando tal ocorre, as bactérias que proliferam na urina, dentro da bexiga, têm mais tempo para se desenvolverem e causar uma infeção.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: